Acesso rápido

Prevenindo as doenças gengivais

O que é gengivite?

Gengivite é o primeiro estágio de inflamação das gengivas e é causada pelo acúmulo de placa bacteriana. Nesse estágio, as gengivas ficam avermelhadas, inchadas e sensíveis (com sangramento fácil). Não há mobilidade dental, e o osso e as fibras de suporte estão ainda sem danos.

Quando a gengivite pode agravar?

Depois que as bactérias penetram entre os dentes e a gengiva, espaços profundos podem se formar bolsas inflamatórias. A placa bacteriana aprofunda-se e endurece ainda mais formando mais tártaro. Juntos, a placa e o tártaro deslocam as gengivas, deixando-as cada vez mais inflamadas e retraídas. O dente pode ficar abalado e, a longo prazo, pode ocorrer a periodontite e a consequente perda do dente.

Periodontite

A periodontite, estágio posterior à gengivite, é provocada por má higiene bucal, que permite o aumento na formação de placa e tártaro subgengival.

Características:

  • Gengiva descolada e dentes com grande presença de tártaro.
  • Presença de bolsa gengival inflamatória.
  • Mudança na posição dos dentes (perda óssea).
  • Mau hálito.

Gengivite reversível

É tratada por uma boa higiene bucal e tratamento profissional.

Os principais sintomas são:

  • Presença de tártaro nos dentes.
  • Inchaço na gengiva.
  • Coloração avermelhada.
  • Sangra ao escovar.
  • Não apresenta dor na maioria das vezes.
  • Mau hálito.

COMO PREVENIR A GENGIVITE E SEUS ESTÁGIOS AVANÇADOS?

Escovação

Use sempre uma escova macia posicionando-a em um ângulo que permita atuar levemente na junção dos dentes e gengivas, removendo a placa bacteriana.


Use fio dental regularmente

Ele remove a placa bacteriana das superfícies laterais dos dentes e abaixo da linha da gengiva, onde as cerdas das escovas não alcançam.


Problemas gengivais são mais comuns em adultos

Nos adultos os problemas com cáries diminuem consideravelmente, porém aumenta a incidência de doenças gengivais, causa mais comum de perda de dentes posteriores.


Uma boca bem limpa espalha saúde pelos órgãos

  • Estudos mostram que a escovação em dia, aliada ao uso disciplinado de fio dental, pode evitar osteoporose, infecções respiratórias, problemas do coração e até parto prematuro.
  • Ficou provada a relação entre uma limpeza mal feita das gengivas e a doença pulmonar obstrutiva crônica, que causa morte de dois milhões de indivíduos por ano ao redor do planeta.

A gengivite é o alarme de perigos maiores

  • Uma vez na circulação sanguínea, as bactérias que vivem no sorriso mal conservado, disparam reações químicas que podem apressar o parto.
  • Os micróbios que causam gengivite podem ser os vilões da inflamação do endocárdio (membrana que forra o coração), e elevam as chances de infarto.