Portal TISS

/Portal TISS
Conheça as instruções gerais e as legendas de cada modelo de guia TISS.

Guia de Consulta

A Guia de Consultas deve ser utilizada exclusivamente na execução de consultas eletivas sem procedimento e constitui-se no documento padrão para solicitação do pagamento. Baixe a legenda.

Guia de Serviços Profissionais/Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia

A Guia de Serviços Profissionais/Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia (SP/SADT) deve ser utilizada no atendimento a diversos tipos de eventos: remoção, pequena cirurgia, terapias, consulta com procedimentos, exames, atendimento domiciliar, SADT internado ou quimioterapia, radioterapia ou terapia renal substitutiva (TRS).Compreende os processos de autorização, desde que necessária, e de execução dos serviços. A consulta de referência deve ser preenchida na Guia de SP/SADT. Baixe a legenda.

Guia de Serviços Profissionais/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia (SP/SADT) deve ser utilizada das seguintes formas:

Solicitação

a. Para o médico solicitar qualquer tipo de SADT ou procedimento, material, medicamento, taxa e equipamento, em situações que não impliquem internação. Isso elimina qualquer outro tipo de papel, mesmo os receituários em que os médicos estão acostumados a fazer tais solicitações. A operadora deverá utilizar essa guia para autorizar qualquer tipo de SADT ou procedimento, material, medicamento, taxa e equipamento – à exceção das internações.

b. Para a solicitação de consulta de referência (consulta realizada por indicação de outro profissional, de mesma especialidade ou não, para continuidade de tratamento);

c. No caso de autorização de OPM e medicamentos especiais, a operadora poderá, a seu critério, emitir uma nova guia ou algum documento complementar comprovando a autorização.

Execução

a. Para realização de consulta de referência e consultas com procedimento;

b. Se todo fluxo da operadora for realizado em papel e manualmente, o prestador deverá enviar, no mesmo documento de solicitação, os dados da execução para cobrança;

c. Qualquer tipo de SADT ou procedimento, OPMs e medicamentos especiais executados, não internados, são registrados na guia de SP/SADT. Outras cobranças de material e medicamento de uso comum, taxas e equipamentos devem ser registrados na Guia de Outras Despesas.

d. Para cobrança individual de honorários de procedimentos realizados em equipe, incluindo o grau de participação conforme tabela de domínio.

Guia de Solicitação de Internação

A Guia de Solicitação de Internação é o formulário padrão a ser utilizado para a solicitação, autorização ou negativa de internação, em regime hospitalar, hospital-dia ou domiciliar.O pedido de prorrogação será feito pelos prestadores de serviço de forma devidamente acordada com a operadora, e a autorização deverá ser registrada no verso dessa guia, até a elaboração da padronização da Guia de Pedido de Prorrogação a ser realizada pelo COPISS. Baixe a legenda.

Guia de Resumo de Internação

A Guia de Resumo de Internação é o formulário padrão a ser utilizado para a finalização do faturamento da internação.

a. No caso dos honorários cobrados diretamente pelos profissionais, deve-se utilizar a Guia de Honorário Individual;

b. No caso de SADTs cobrados diretamente pelos terceirizados deve-se utilizar a Guia de SP/SADT;

c. As Guias de Honorários Individual/ SADTs devem ser ligadas à guia do hospital conforme demonstrado abaixo no quadro “Ligação entre guias”.

Baixe a legenda.

Guia de Honorário Individual

A Guia de Honorário Individual é um formulário padrão a ser utilizado para a apresentação do faturamento de honorários profissionais prestados em serviços de internação, caso estes sejam pagos diretamente ao profissional.

a. Nas internações, no caso de contas desvinculadas;

b. Essa guia é ligada à guia do hospital conforme demonstrado abaixo no quadro Ligação entre guias.

Baixe a legenda.

Guia de Outras Despesas

A Guia de Outras Despesas é um formulário padrão a ser utilizado nos casos de apresentação do faturamento em papel, como instrumento de continuidade e complemento de folhas. Essa guia não existe por si só, estando sempre vinculada a uma guia principal (Guia de SP/SADT ou Guia de Resumo de Internação). É utilizada para discriminação de materiais, medicamentos, aluguéis, gases e taxas diversas, não informados na guia principal. Baixe a legenda.

Guia de Tratamento Odontológico – Solicitação

A Guia Odontológica/Solicitação tem como finalidade ser utilizada para descrever a situação inicial do paciente e para solicitação dos procedimentos odontológicos por cirurgiões-dentistas, tanto em consultórios quanto em clínicas odontológicas. Baixe a legenda.

Guia de Tratamento Odontológico – Cobrança

A Guia Odontológica/Cobrança serve para faturamento dos procedimentos odontológicos realizados por cirurgiões-dentistas, tanto em consultórios quanto em clínicas odontológicas.Qualquer tipo de procedimento odontológico realizado no paciente é registrado na Guia Odontológica/Cobrança. Baixe a legenda.

OPME

Formulário padrão a ser utilizado para solicitação do médico de autorização de OPME. Deve ser preenchido com a quantidade e a descrição do material desejado. Esse anexo não exclui a necessidade do envio de três orçamentos de cada material solicitado, conforme contrato. Baixe a legenda.

QUIMIOTERAPIA

Formulário padrão para a solicitação de autorização de sessões de quimioterapia. Para possibilitar a avaliação técnica, devem ser preenchidos todos os campos que justifiquem o tratamento e que embasem a solicitação do quimioterápico solicitado. Baixe a legenda.

RADIOTERAPIA

Formulário padrão para a solicitação de autorização de sessões de radioterapia. Para possibilitar a avaliação técnica, devem ser preenchidos todos os campos que justifiquem o tratamento e que embasem tecnicamente a solicitação. Baixe a legenda.

RECURSO DE GLOSA

Formulário padrão para a apresentação dos recursos de glosas em conas do prestador. Deve conter a descrição do item recursado juntamente com a justificativa do recurso.

Instruções de preenchimento GLOSA Padrão TISS – ANS

Entrada de dados para o processo de elegibilidade e o faturamento do padrão TISS

Conheça as instruções para faturamento.

Importante para Faturamento das Guias

O processo de envio da fatura de cobrança dos atendimentos realizados continua inalterado e, também, nos mesmos prazos já praticados.

Os credenciados continuarão enviando o faturamento conforme abaixo:

Credenciado Pessoa Jurídica – Nota Fiscal e Apresentação de Fatura – devidamente assinadas;

Credenciado Pessoa Física  Fatura de Prestação de Serviço – devidamente assinada. Envio de Arquivos – Faturamento eletrônico no padrão TISS (xml)

Para enviar um arquivo definitivo no padrão TISS, utilize o TISSNET no caminho tiss.usisaude.com.br, porta de Comunicação 57057, ou o através do Menu Usisaúde.

Vale salientar que o faturamento pelo meio eletrônico não dispensa o envio das Guias em papel e de toda a documentação física, incluindo a assinatura do cliente.

IMPORTANTE

Uma vez gravadas as guias personalizadas em seu computador – formato pdf disponível no site -, não é necessário acessar a internet toda vez que você precisar preencher uma nova guia. Essas guias possuem um gerador automático de numeração e possibilitam preenchimento eletrônico.

Cada credenciado deverá gerar sua própria numeração caso esteja usando as guias simplificadas, no formato Excel.

É aconselhável salvar todos os arquivos de legendas para consulta sobre o correto preenchimento – disponível no site da ANS e também no site da Usisaúde.

O preenchimento de todos os campos é desejável, mas o preenchimento dos campos obrigatórios – como demonstrado nas guias – é imprescindível.

A TISS – Troca de Informações na Saúde Suplementar foi estabelecida como um padrão obrigatório para as trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes da Saúde Suplementar. O objetivo é padronizar as ações administrativas, subsidiar as ações de avaliação e acompanhamento econômico, financeiro e assistencial das operadoras de planos privados de assistência à saúde e compor o Registro Eletrônico de Saúde.Essa padronização implica mudanças nas atuais Guias de Atendimento, nos Demonstrativos de Pagamento, no Faturamento Eletrônico através do Meio Magnético, entre outros documentos.A ANS evidencia que a padronização e a troca eletrônica de informações trazem benefícios para o prestador, tais como:

  • Um único modelo de Guia e Demonstrativo de pagamento, e Meio Magnético para todas as Operadoras;
  • Agilidade no processo de faturamento e recebimento;
  • Facilidade no preenchimento e na utilização das guias;
  • Redução de custos administrativos, entre outros.

O conjunto completo de informações necessárias para a implantação do TISS encontra-se disponível no site da ANS.

Avisos importantes

Os prestadores que hoje não utilizam o meio magnético deverão desenvolvê-lo, e os que já utilizam deverão adaptar-se para realizar o faturamento eletrônico.
Para ver os Prazos para a implantação da TISS definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, clique aqui. Em acordo com a Resolução Nº 1.819 do CFM, de 17/05/2007, comunicamos que o preenchimento do CID nas Guias de Consulta e SP/SADT não é obrigatório. Para a Solicitação de Internação e Resumo de Internação o preenchimento é recomendado.

Estamos à disposição dos prestadores para esclarecimentos operacionais e técnicos.

IContatos Regionais

Coordenador TISS

Rafael Dias Vieira da Costa

(31) 3213-1340 ou (31) 3214-1752

rafael.dias@fsfx.com.br

Suplente

Igraíne Martins Costa

(31) 3213-1340

igraine.costa@fsfx.com.br

Belo Horizonte — MG

Igraíne Martins Costa

(31) 3308-4600

credenciamento.bh@fsfx.com.br

Ipatinga — MG (Rede Médica)

Catiane Valadares Barbosa Andrade

(31) 3829-9239

credenciamento.ipatinga@fsfx.com.br

Ipatinga — MG (Rede Odontológica)

Gilson Barbosa de Souza

(31) 3829-9788

odontologia@fsfx.com.br

Porto Alegre

Fabio Alves Medina

(51) 2131 1324

credenciamento.portoalegre@fsfx.com.br

Pouso Alegre — MG

Leandro da Costa Nunes

(35) 3449-9410

credenciamento.pousoalegre@fsfx.com.br

Santos — SP e Porto Alegre — RS

Christiane da Conceição Moreira Pinto

(13) 3226-3009

credenciamentosantos@fsfx.com.br

PLANTÕES DE VENDAS ATENDIMENTO PESSOAL
PLANTÕES DE VENDAS ATENDIMENTO PESSOAL
HMC – Unidade I

Av. Engenheiro Kiyoshi Tsunawaki, nº 41, Bairro das Águas, Ipatinga – MG Tel: 0800 283 0040

Loja de Ipatinga

Av. João Valentim Pascoal, nº 414, loja 03, Centro – Ipatinga – MG Tel: 0800 283 0040

Loja de Timóteo

Av. Jovino Augusto da Silva, nº 25, loja 46, Edif. Maria Célia, Bromélias – Timóteo – MG Tel: 0800 283 0040

NOSSOS DIFERENCIAIS
NOSSOS DIFERENCIAIS

Confira os planos, a estrutura de atendimento, a rede credenciada e os serviços e produtos adicionais exclusivos que a Usisaúde oferece a você.