Acesso exclusivo

Colégio São Francisco Xavier comemora 53 anos valorizando sua história

Publicado em 16/09/2020

Quadro negro, giz branco, tabuada, máquina de escrever, mimeógrafo, caderneta escolar. Ao mesmo tempo em que esses itens despertam curiosidade ou causam, até mesmo, certa estranheza nos alunos do Ensino Infantil, nos pais acabam despertando afinidades e boas lembranças dos tempos de escola. Pelo menos, essas têm sido as reações mais comuns no Colégio São Francisco Xavier (CSFX), durante a semana em que completa 53 anos, ao criar uma exposição que resgata e valoriza sua história.

exposicaoSegundo a professora Eliane Rotte, organizadora do trabalho junto à equipe docente do Ensino Fundamental, e a supervisora Kelly Cristina Leite Marques, além de registros fotográficos históricos e turmas de anos anteriores, há uma coleção de objetivos que também ajudam a contar a trajetória do Colégio. Em meio a documentos, materiais de escritório utilizados em décadas passadas e objetos inusitados, como o reglete (instrumento de escrita manual para deficientes visuais), o que mais tem chamado a atenção dos alunos são os antigos uniformes e as cadernetas escolares, que marcavam as notas e as presenças diárias dos alunos.

“O interessante é que a exposição vem integrando não apenas os alunos, mas os pais também, já que muitos deles são ex-alunos do Colégio. Com isso, à medida que os pais vão buscar os filhos, eles aproveitam, e a visitam. As famílias estão contribuindo e a exposição está sendo construída de forma bem interativa. Não esperávamos tanta movimentação”, destaca Kelly. A exposição não é aberta ao público, contudo, pais e familiares de alunos podem visitá-la durante o horário escolar.

Desde a fundação, em 1962, quando foi criado pela Usiminas com a missão de promover educação e qualidade de vida às famílias de trabalhadores vindos dos quatro cantos do país para Ipatinga, já passaram pelas salas do Colégio São Francisco Xavier milhares de crianças, de adolescentes e de adultos, nos níveis: educação infantil, fundamental, médio, técnico e pós-graduação.

Do compromisso humanístico dos padres Jesuítas, no início de suas atividades, ao modelo de excelência implantado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), atual instituição mantenedora, a história de sucesso construída pelo CSFX segue apontando para o caminho da qualidade. “Nosso compromisso, hoje e sempre, é com uma educação que vise ao desenvolvimento global do ser humano. Por isso, não só inserimos os educandos no mundo do conhecimento, mas também promovemos o seu crescimento como cidadãos, futuros homens de bem na sociedade”, ressalta Solange Liége dos Santos Prado, diretora do CSFX.

Ensino diferenciado

O Colégio São Francisco Xavier foi número um do país a alcançar a certificação internacional de seu Sistema de Gestão da Qualidade para Instituição de Educação em níveis Fundamental e Médio, segundo as normas ISO 9001. A atuação de excelência trouxe, como consequência, o título de instituição referência em aprovação em vestibulares das universidades públicas. Recentemente, o Colégio criou uma unidade específica para Cursos Técnicos (Enfermagem, Análises Clínicas, Mecânica, Administração, Informática e Segurança do Trabalho). Além disso, incorporou Ensino Infantil e Cursos de Pós-Graduação e MBA, em parcerias com a PUC Minas e com a Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, além de promover a revitalização do Curso de Idiomas (Inglês e Espanhol).

Filantropia na educação

Como instituição filantrópica, a Fundação São Francisco Xavier desenvolve, por meio do Colégio, o Programa de Bolsa Social – Filantropia. Em 2014, foram contemplados 597 estudantes, dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico. “Ao conceder bolsas de estudos para estudantes de baixa renda, a Fundação e o Colégio contribuem ainda para emancipar cidadãos e transformar a realidade de muitas famílias. Cada estudante contemplado com bolsa de estudo, e que conclui seus estudos no CSFX, representa a consolidação da aliança firmada pela instituição, que une responsabilidade social e desenvolvimento humano”, pontua Luís Márcio Araújo Ramos, diretor executivo da FSFX.

CSFX_Nilmar-LageAlém do programa, a Fundação reforça o compromisso com a educação também dando continuidade ao Programa de Bolsas de Estudos para os colaboradores e seus dependentes e também para filhos de empregados da Usiminas. No ano passado, 313 estudantes foram contemplados com bolsas de estudos para o Ensino Regular (Infantil, Fundamental e Médio) e os Cursos Técnicos no CSFX.

Para saber mais, acesse www.csfx.com.br ou entre em contato com o Colégio, pelo (31) 3829-9800.

 

icone-whatsapp 31 98286-8578